Apresentação

Dra. Cláudia Leal - Psicóloga


A Psicóloga Cláudia Leal, é licenciada pela Universidade do Minho, com pré-especialização em Psicologia da justiça e com Especialização na abordagem Cognitiva-Comportamental. Exerce a sua actividade profissional no seu consultório privado, na zona de Braga, há mais de 10 anos. Membro efectivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP).

Participou em vários cursos de formação, tais como:

• Doenças do Comportamento Alimentar - Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto;
• Competências e Intervenção na Infância e na Adolescência – Foral
(Porto);
• Dislexia, Disortografia e a Disgrafia - Dialógicos – Centro de Psicologia e Formação – Mem Martins;
• Avaliação das Famílias em Risco – Associação de Mulheres contra a Violência – Lisboa;
• Disfunções Sexuais - Departamento de Educação e Psicologia da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Colaborou com alguns jornais, tais como, Jornal i com os artigos: “ Quem não tem medo do primeiro dia de aulas", "Longe da família para não ficarem gordos como os pais” e para o jornal Correio da Manhã sobre a ansiedade escolar. Participou numa entrevista para o jornal da RTP1 sobre o primeiro dia de aulas e a ansiedade escolar.

Publicou um livro infantil, em 2015, “Lara Caça Sonhos Maus”, onde aborda o problema dos pesadelos na primeira infância.

Vídeos

Revistas & Artigos na Imprensa

 

Quem não tem medo do primeiro dia de aulas?

“A vantagem é que, de uma forma geral, as crianças lidam mais facilmente com as mudanças que os adultos”, diz a psicóloga Cláudia Leal. (…) “ A definição das regras deve ter a participação das crianças pois é a melhor forma de promover o seu sentido de responsabilidade, já que são parte activa deste acordo”, revela Cláudia Leal. – i informação

Longe da família para não ficarem gordos como os pais

Recompensa Evitar usar comida como recompensa ou suborno.
Televisão Sentar-se à mesa para comer (quando nos alimentamos à frente da TV ou do computador, comemos mais e ficamos menos cientes de que estamos satisfeitos).
Tarefas Distribuir tarefas domésticas para que as crianças se envolvam em trabalho físico.
Referência Dar um bom exemplo alimentando-se bem e fazendo exercício físico. – i informação

Regresso às aulas com pouco de stress

“No domingo, o melhor será viver o dia como se fosse um dia normal de fim-de-semana, com brincadeiras e risadas. Quando mais se passa a ideia de que o dia seguinte é muito importante, mais ansiedade se transfere para as crianças”, refere a psicóloga Cláudia Leal. – 24 horas.

Lara caça sonhos maus

“Como sou psicóloga e trabalho com crianças, percebi que os mais novos têm dificuldade em explicar os sentimentos. Por isso, projetam-nos em histórias infantis ou manipulações de bonecos. Achei que poderia ser interessante desenvolver uma história – para crianças – com desenvolvimentos de uma perturbação (do sono) ”, afirma Cláudia Leal. “No fundo, são algumas dicas para os pais perceberem as crianças e detetarem os sinais que resultam de perturbações que têm”, explica. O objectivo é claro: “Através da leitura, juntamente com os filhos, pode chegar-se a conclusões que noutras condições não conseguiram”, finaliza a especialista. – RevistaSim, Braga.

 
 

Marque a sua consulta!


 
Marcar Consulta